Archive Page 2

Schincariol!

No dia seguinte ao meu post sobre a Itubaina Retro fui com a turma da faculdade visitar a fábrica da Schincariol! Por coincidência, porque eu nem estava me lembrando da tal visita…

Chegando lá fiquei empolgada com a ideia de encontrar a tal garrafinha retro que eu estava querendo. Perguntei ao funcionário que nos acompanhou na visita se ainda a fabricavam e ele afirmou que sim. Ah, falando nisso, lá descobri que foi fabricada em 2008 (!!!), e no post eu falei que tinha sido em 2009.

A história da empresa é muito legal, e fiquei emocionada ao assistir ao video que contava sobre a família, como iniciaram… Como toda grande indústria começaram lá de baixo! Com uma pequena produção de itubaina no fundo de casa, e aos poucos cresceram, tiveram algumas fases complicadas, e subiram novamente, se tornando uma das 20 maiores cervejarias do mundo! Contam com tecnologias incriveis, possuem 5 das 7 máquinas (um certo tipo lá) mais tecnologicas da América Latina.

No fim da visita de brinde recebemos uma sacolinha com todos esses produtos. E para a minha surpresa e felicidade olha o que eu encontrei!!

Beijos mil!

Valentina Rampini

Anúncios

Itubaina Retrô

De uns tempos pra cá se tornou muito fácil encontrar referências retrô por aí. Na moda, na arte, no design (principalmente)… Quem acompanhou os últimos desfiles, ou as últimas revistas pode conferir quantas roupas inspiradas nos anos 50 e 60 apareceram por aí, somadas a maquiagens, cabelos e acessórios típicos da época.

Há algum tempo a Brastemp aproveitou essa onda vintage para lançar esse mini refrigerador aí super bacana e irresistível! Foi um sucesso, obviamente.

Outra empresa que aproveitou o embalo foi o Grupo Schincariol, que em homenagem aos 54 anos de Tubaina lançou a Itubaina Retrô (o blog deles é bem legal).

“A Itubaína traz em seu DNA o saudosismo da infância. Com a versão Retrô inovamos com um produto sofisticado, jovem e diferenciado, que preserva o conteúdo original com forma moderna e atualizada” diz Marcel Sacco, diretor de marketing do Grupo Schincariol.

No site podemos encontrar os pontos de venda, neste MAPA. A empresa procurou distribuir o produto, predominantemente, em pontos de venda frequentados por jovens, ou
pessoas interessadas nessa moda nostalgica…

O produto já foi lançado há mais ou menos um ano, mas só o descobri agora, digamos que não sou tão fã de refrigerantes, e portanto não é a sessão
mais frequentada por mim no supermercado. Em breve procurarei essa garrafa, ouvi dizer que aqui em Sorocaba está a venda no WalMart!

Beijos mil,
Valentina Rampini

Querendo mudar

Hoje percebi que um ano atrás, no dia 01 de setembro eu estava enlouquecida correndo atrás dos preparativos. Fazendo contagem regressiva para ir viajar, faltando apenas 8 dias… Faz tanto tempo! E nem parece. O tempo passou realmente muito rápido, e até fico com saudades do friozinho na barriga que eu estava sentindo. Quantas coisas mudam em um ano? Muitas. Embora eu apoie sempre o pensamento de que as pessoas simplesmente não  mudam, digo também que mudam, em aspectos mais leves, mais mutáveis. Crescemos, amadurecemos, encontramos outras prioridades.

E eu sinto muita necessidade de mudar… Me canso com a monotonia, e quero sempre novidades! Andei anotando algumas ideias, pegando algumas imagens, aperfeiçoando a minha suuuper habilidade em programas de ilustração (hahaha) e estou pensando em um novo layout.. Confesso que até pensei em um novo nome, esse não é muito longo? Hahaha… Espero vir com mais novidades em breve!

Beijos mil,

Valentina Rampini

Chegada

Enquanto mexia no computador, encontrei algumas fotos do dia em que eu cheguei.. Parece que já faz tanto tempo! E na verdade foi há um mes e vinte dias…

E eu estava beeem gordinha! E com muita muita cara de cansada…

Ai, que saudades da Italia, da minha famiglia, dei miei amici…

Beijos mil,

Valentina Rampini

Porque Design? + Philippe Starck

Quando pesquisando sobre alguma área descobrimos um profissional de grande sucesso, logo empregamos características como superioridade, arrogância, falta de humildade… E em seguida pensamos: bom, mas ele pode né.

Esse seria o tipo de primeira impressão super incorreta em relação ao grande Philippe Starck! Um dos maiores nomes do design, francês nascido em Paris, em janeiro de 1949. Conhecido por um design muito versátil já criou produtos, mobiliários, interiores, calçados e até renovou o apartamento pessoal do presidente de seu país.

Trabalhou em diversas empresas como Disform, Driade, Baleri, XO, Idée, e inclusive foi diretor de arte da Pierre Cardin onde produziu 65 peças de design exclusivo.

Também trabalhou em parceria com o empresário Rogério Fasano, para criar um cinco-estrelas, tendo como inspiração o lindo Rio de Janeiro dos anos 50 e 60, unindo o clássico ao moderno.

E foi pesquisando um pouco mais sobre esse grande designer que eu descobri o quanto ele é divertido (e mais engraçadinho ainda é o seu sotaque francês). Entre blogs e sites encontrei videos de uma palestra que ele deu para a TED.

E mesmo para os não tão interessados em design, vale a pena, só para enxergar melhor quem é Philippe Starck. Pelo menos um minutinho hein!

Ah! E só pra mostrar o quão inovador pode ser Starck… Recentemente ele lançou uma linha de assentos sanitários um tanto quanto diferentes! Fabricadas em porcelanato, as peças contém um sistema infravermelho que aquece o assento! E também possuem uma iluminação que permite que sejam localizados mesmo no escuro. Philippe Starck ajudando a evitar aquela sensação horrivel ao sentarmos no vaso sanitário durante o inverno, ou então aquela outra de “luzes nos olhos” no meio da madrugada…

Beijos mil,

Valentina Rampini

Só pra dizer duas palavrinhas…

Do início de giugno, ao início de settembre os italianos estão de férias! Felicidade para eles, tristeza para mim. No natal eles tem apenas duas semanas de férias, portanto esperam enlouquecidos por aquelas de verão. E vão pro mundo! Desaparecem mesmo. Esquecem computador, celular, amigos, família, vida social! Só querem saber de praia, montanha… E enquanto eles se mantem distantes do computador, eu fico aqui… A espera de novidades da minha famiglia, da minha antiga escola. E tantas outras coisas. Não vejo a hora de ter todos de volta no computador pra matar as saudades, que não pulam nos meus sentimentos tão claramente, mas que eu sei que estão aqui. Ahhh estão…

E amanhã vou a minha segunda aula de Jornalismo de Moda. Espero que desta vez a correria entre ruas paulistanas desconhecidas seja um pouco menor!

Beijos mil,

Valentina Rampini