Archive for the 'Uncategorized' Category

FINALMENTE, MUDANDO.

FINALMENTE CRIEI O TAL ENREDEÇO NOVO!

ESPERO QUE VOCÊS GOSTEM.. O BLOG SERÁ O MESMO, COM OS MESMOS TIPOS DE POST, ETC, PORÉM EU ESTAVA COMEÇANDO A ACHAR ESSE ENDEREÇO AQUI MUITO LONGO…

COMENTEM :)

http://gabbiadorata.wordpress.com/

http://gabbiadorata.wordpress.com/

http://gabbiadorata.wordpress.com/

http://gabbiadorata.wordpress.com/

http://gabbiadorata.wordpress.com/

Beijos mil!

Valentina Rampini

cambiando

Como comentei outro dia, pretendo mudar o nome do blog né! Acho que já achei um nome legal, só preciso me dedicar ao layout, e daí já mudo!

Em breve conto mais!

Querendo mudar

Hoje percebi que um ano atrás, no dia 01 de setembro eu estava enlouquecida correndo atrás dos preparativos. Fazendo contagem regressiva para ir viajar, faltando apenas 8 dias… Faz tanto tempo! E nem parece. O tempo passou realmente muito rápido, e até fico com saudades do friozinho na barriga que eu estava sentindo. Quantas coisas mudam em um ano? Muitas. Embora eu apoie sempre o pensamento de que as pessoas simplesmente não  mudam, digo também que mudam, em aspectos mais leves, mais mutáveis. Crescemos, amadurecemos, encontramos outras prioridades.

E eu sinto muita necessidade de mudar… Me canso com a monotonia, e quero sempre novidades! Andei anotando algumas ideias, pegando algumas imagens, aperfeiçoando a minha suuuper habilidade em programas de ilustração (hahaha) e estou pensando em um novo layout.. Confesso que até pensei em um novo nome, esse não é muito longo? Hahaha… Espero vir com mais novidades em breve!

Beijos mil,

Valentina Rampini

Para uma bonitinha de 3 anos..

Minha mãe tem uma grande amiga super legal, e super parecida comigo (leoninas!!), fazemos aniversário uma depois da outra, e eu gosto muito dela… Há três anos ela teve uma filha super fofa chamada Maria Clara, que outro dia veio aqui em casa me ver pós intercâmbio, e resolvi fazer uma surpresinha.

Hehe, faltava passar...

Então fiz uma saia… Foi rápido e ficou super bonitinha!!

Fiquei sabendo que ela gostou!!

Beijos mil,

Valentina Rampini

Depois era um vício
Uma intoxicação
Me corroendo as veias
Me arrastando pelo chão
Mas sempre tinha a cama pronta
E rango no fogão
Luz acesa, me espera no portão
Pra você ver
Que eu tô voltando pra casa
me ver
Que eu tô voltando pra casa
Outra vez

Atrasado…

Depois de muito tempo, finalmente vou contar sobre o Salone del Mobile di Milano. O tal Salao do Design que eu fui. E amei! No dia 16 de abril peguei um trem em direçao a Milao, hehe, serà uma das tantas aventuras que eu vou contar quando voltar para casa. Digamos que era um trem um tanto quanto longo… Seis horinhas. Fiz amizade com um pessoal no trem e tal. Là fiquei na casa do meu irmao hospedeiro mais velho (que faz faculdade là). Cheguei là na sexta-feira, nesse mesmo dia saimos de noite, fomos no centro onde tinham uns bares, e onde estava a maior parte do pessoal que tinha ido para essa feira. Estava muuuito cheio, e muito cheio de gringos estilosos e malucos. Foi legal!

No sabado saimos meio tarde de casa – nao entendo essa mania dos italianos acordarem tarde mesmo em viagem – e fui com duas amigas da namorada do meu irmao ver umas galerias… Explicando, quando tem esse salao, é em um lugar fechado, sao varios galpoes, mas pela cidade tem tambem umas 3 ou 4 zonas, nas quais voce encontra algumas galerias com mostras individuais de design.

Là fomos nòs, passeamos em uma das zonas, tinham umas coisas legais feitas por uns orientais, andamos o dia todo! No fim do dia começou a chover, fomos comer, e fomos em uma “festa” organizada em um galpao que a renda seria doada a crianças africanas! Achei bem legal… Depois, muito cançados, voltamos pra casa. E como nao podia faltar no meu dia, enquanto estavamos indo em direçao ao ponto do  bondinho ele foi chegando. Saimos correeeendo, nossa, nunca corri tanto na minha vida. E foi engraçado, porque era tarde, tudo escuro, meu irmao correndo na frente e eu e as duas meninas atràs. As pessoas ficavam olhando assustadas… Hahahaha.

No domingo de manha resolvi sair sozinha dar uma volta, fui até o Duomo fazer algumas fotos, e no meio do caminho encontrei uma galeria com uma exposiçao do fotografias do Kubrick!! Era maravilhosa… Amei!

Depois disso encontrei com o meu irmao e fomos ver o Salao! Era um lugar enoooorme, e muito bonito. Estava lotado, vi muitos brasileiros, tirei vàrias fotos… Tinham uns moveis muito legais, umas cadeiras super diferentes, quase enlouqueci. E um dos galpoes era sò de novos designers, entao tinham umas coisas super jovens e modernas!

Amei muito ter ido nesse Salao! Vale muuuito a pena…

Days with My Father

Phillip Toledano, fotografo profissional, nascido em Londres, em 1968. Apaixonado pela fotografia desde pequeno, foi presenteado pelos pais com uma maquina fotografica quando tinha 11 anos, e desde entao nao parou de fotografar. Seu trabalho é composto de fotos (muito) marcantes, e digamos que o fotografo nao é fã da objetividade. Acredita que uma fotografia deve ser iniciada com uma idéia, e “terminar” como uma frase incompleta. Deixando espaço para interrogaçoes.

E é assim que é interessante. Olhar para uma foto, e pensar… Uma foto que nos leva à mil pensamentos vale muito mais do que aquela preguiçosa, que nos da tudo pronto.

Toledano resolveu usar todo o seu talento e fotografar os ultimos dias de vida de seu pai. O resultado é um site impressionante. Emocionante. (E que vai virar um livro). Desde as imagens lindas, até o texto. Seu pai um tanto quanto idoso, sofre com a perda de sua mulher, vai ao seu funeral… E simplesmente nao se lembra de nada.  Portador de memoria a curta duraçao, obriga o filho Phillip a sofrer cada vez que deve explicar “onde està sua mulher”.  E é assim que ele decide dizer que ela està passando uma temporada em Paris, cuidando de seu irmao que està doente. Sabendo que a saùde de um pai de 98 anos nao è das melhores, e com medo de um “fim de vida” sozinho, ele acompanha seu pai em um divertido, doloroso, e emocionante perìodo.

O site que se chama Days with My Father e vale muito a pena ser conferido. Embora seja em ingles, o texto nao é dificil, e sò as imagens jà valem a pena!

Mais algumas fotos de P. Toledano…

Continue lendo ‘Days with My Father’