Arquivo de abril \25\UTC 2010

Cultura mesoamericana pré-colombiana

Venezia

Hoje cheguei a conclusao que eu poderia muito bem fazer parte da civilizaçao Maia. Outro dia, durante a aula de latim – que eu nao faço nada – construì uma tabelinha, onde os espaços iam numerados de 2010 a 2015 (embora os ùltimos dois anos nao tenham sido utilizados, me exaltei), e entre parênteses, respectivamente a cada ano, a minha idade. Cada espacinho de um ano vinha dividido em dois – respectivos aos semestres – que continham os planejamentos para o meu futuro. Como por exemplo “curso de especializaçao”, “trabalho”, “faculdade + trabalho”, “Italia”… Hmm. Achei engraçado. Minha mania de planejamento as vezes se torna assustadora. Quem me conhece sabe, planejo tudo! Imagino dialogos, saìdas, encontros, passeios. Bom ou ruìm, eu nao sei. Me agrada. Me sinto sempre mais segura. Me conheço bem, por isso dificilmente erro, nao mudo de idéia (rarìssimo)… E’ certo também que nem tudo depende sò de mim, mas quanto às pessoas que estao ao meu redor, as conheço. Falo muito muito, converso muito, puxo papo, etc e tal. Observo, escuto, ajudo.  No fim acabo conhecendo “bem” as pessoas, e sabendo suficientemente do que elas sao capazes. E’, sou meio estranha… Ci piace!  

Villa Borghese

sempre di corsa…

Hoje enquanto lia um artig em um blog, li uma definiçao interessante de blog: espaço de vomito mental. Achei interessante. Funciona sabe. Tenho a impressao de que todas as vezes que eu escrevo aqui jogo mil pensamentos em poucas linhas, quase sem respirar.  No fim, talvez eu nem consiga ser clara sobre aquele tal pensamento, mas é simples assim, venho, e coloco tudo pra fora.

Faz muito tempo que eu nao escrevo… Digamos que desde o inicio de março tudo ficou – muito – corrido. Viagem pra Praga (que eu ja comentei por aqui), depois viagem pra Veneza (que eu ainda nao comentei), viagem pra Rieti, pascoa, Salao dos Moveis em Milao (!!!). Mil coisas, que eu queria contar com detalhes aqui, por fotos… E no meio dessa correria fica impossivel fazer algo legal. Mas logo menos apareço!

minha vida acabou de começar

“odeio me sentir assim..”

“assim como?”

“assim, sei là, ficar sonhando desse jeito… eu nunca fui assim”

“ué Valentina, hahaha, ‘eu nunca fui assim’?. Sua vida acabou de começar.”